contador de visitas
Selecione o Idioma

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

SÓ PRA VOCÊ

                                                      
Sou aquela que permitiu
Que sua vida esbarrasse na minha
Que cultiva teus versos, sambas e fantasias
E se faz imortal para o valente moço
Que me liberta a alma
Sou pérola da tua concha
Corte da tua espada
Que na bainha ainda se guarda
Os segredos, em mim guardados,
Estão perto de ser revelados
E se fazem guerra...
É somente pra te encontrar em paz
Sou alguém que quer ser enlouquecida
Que reza por massagem nos pés,
Um banho de banheira,
Uma festa de uma noite inteira,
Que quer ver respeitado o choro
Que tem calma e riso no gozo
Que sempre quer mais
- não sou dada à migalhas-
Se você grita comigo
Automaticamente revido
-às vezes em silêncio-
Desaforo é coisa pra não se levar
Detesto constância...preciso de saudades
Para alimentar minha escrita
Meu cabelos foram feitos para serem despenteados
E minhas costas para serem, publicamente, alisadas
Logo, abuse desse sortilégio
Minha vida é só minha
Mas posso alinhavá-la na tua
Acredite nas minhas hipóteses
Respeite meus estágios de solidão
E só retorne se eu pedir
Gosto de mãos... gosto demais
Ah! gosto mais ainda dos caminhos
Que elas descobrem em mim
De pescoço...gosto, gosto muito
De boca e saliva gosto mais
Gosto, irremediavelmente, do conjunto que me toca
De pernas, bunda, dedos, olhos, olhares, promessas e olhar..
Se gostar de leitura, faço até jura
Se acreditar em espíritos, sou capaz de levitar
Se não entender nada disso...
Basta brincar de me encantar
Que eu te encanto e juro...não te deixo recuar.

                                                                                   Das Preta.

Hora certa:

Faça parte da familia: